O perfume das

tulipas

 
maura Palumbo

Maura Palumbo nasceu em 1963, na cidade de São Paulo. Cursou Direito na PUC/SP e hoje é empresária.

 

Seu interesse pela Segunda Guerra e principalmente pelo nazismo teve início aos catorze anos, ao  ler O diário de Anne Frank. A partir daí, a escritora tem se dedicado a pesquisar  o tema com afinco.

Em seu primeiro livro, o romance histórico O perfume das tulipas, a autora narra a trajetória de duas famílias, uma judia e a outra, uma típica família ariana protestante, em plena Alemanha, desde o início do século XX, até a ascensão do Terceiro Reich. O poder nocivo da política nazista impregnado na sociedade da época, gera profundas  transformações nas relações  humanas. Nesse cenário de ódio e horror os personagens fictícios interagem com personalidades históricas, tornando a trama envolvente e impactante. O grande desafio de sobreviver ao caos coloca à prova valores e sentimentos, desejos e superações. Enquanto a Europa naufragava em sangue, a vida se tornava um bem raro, onde alguns persistiram na busca de solos férteis para cultivarem suas tulipas.

 

Auschwitz, prisioneiro / sobrevivente 186650 é o segundo livro da autora, nele as dramáticas situações de Francisco Balkanyi são retratadas com riqueza de detalhes, provocando emoção e muita indignação. A densa história de luta e superação no maior campo de concentração e extermínio já existente, revela um confronto de um jovem, de apenas 15 anos de idade, com  as mais cruéis privações. Nesse relato comovente, a escritora realiza o maior propósito de Francisco Balkanyi : registrar sua participação no Holocausto, não como vítima, mas como símbolo de alerta ao perigo em doutrinas baseadas no fanatismo.

 

 

Atualmente está trabalhando no seu terceiro livro  chamado Entre os canteiros. Trata-se da continuação de O perfume das tulipas, e abrangerá o período pós guerra.

 
PUBLICAÇÕES

O perfume das tulipas

Auschwitz, prisioneiro/sobrevivente 186650

degustação
 
imprensa

Acompanhe abaixo as notícias, entrevistas e artigos que foram publicados na imprensa

 
 
contato